Review – Deadgirl

Deadgirl movie poster
Aeee! Overdose de reviews aqui no CnC hoje! E agora mais um filme de Zumba! A bola da vez é Deadgirl, o filme de zumbi mais doideira que eu já vi!
Deadgirl é uma produção independente de 2008, e o que me levou a ver o filme foi um review no IMDb dizendo que era o filme de zumbi mais perturbador de todos os tempos! Aí com toda minha curiosidade fui procurar na minha importadora para assisti-lo.
Photo #2
O filme basicamente conta a história de dois colegiais meio porra-loucas que, ao invadirem um hospício abandonado para zoar, acabam encontrado uma mulher nua acorrentada no porão. Mas com um detalhe: ela não pode morrer, não fala, só emite grunhidos, e curte uma carne fresca. Ou seja, a mina é um zumbi!
Photo #4
O curioso de Deadgirl é que há uma inversão de valores aqui. No filme, o (a) zumbi não é o vilão, e sim a vítima. Oboviamente os moleques do colegial, com os hormônios à flor da pele, começam a abusar sexualmente da pobre zumbi, e isso é o grande trunfo do filme, e também o motivo dele ser tão perturbador: Em certo momento, os guris começam inclusive a tirar de cafetões, levando outros moleques para o pinel em troca de dinheiro.
Photo #5
O filme cumpre o que se propõe: cria o clima de suspense certo para a situação e choca como gostaria de chocar. O final também é surpreendente e passa – e muito – longe de todos os pseudo-moralismos que são  impostos em produções hollywoodianas do gênero. Isso me agradou bastante, já que essa onda do politicamente correto já deu no saco.
Photo #6
Enfim, Deadgirl não sei se pode ser considerado exatamente um filme de zumbi, mas é uma boa produção independente de horror, crua, real e intensa que passou longe dos dedos eróticos (que costumam foder tudo) dos grandes estúdios).
Nota 7.