Olhar de Cinema – Day 3 – “The Education”

“The Education”do alemão Dirk Lütter


Se eu escrevesse uma crítica imparcial desse filme talvez desse nota 2 (de 5), mas crítica, por definição, já é subjetiva, por mais embasada e justificada que seja. Nesse caso, dou nota 4…pronto….escrevi.
Trailer do filme
A película foca do começo ao fim em Jan (Joseph K Bundschuch), um jovem alemão tímido e retraído, estagiário de uma empresa de tecnologia, que trabalha numa espécie de “Helpdesk”- pessoal que fica ouvindo reclamações de clientes levando bucha no toba o dia inteiro. Jan não vê perspectivas de ser contratado como empregado até que o chefe da sua filial começa a se aproximar dele e usar sua vulnerabilidade e inocência tonguisse para conseguir informações sobre os empregados que gerência deseja se livrar – leia-se sua supervisora e sua própria mãe – chefe do conselho da empresa e engajada na defesa das leis trabalhistas.
Chefe da filial elogiando o desempenho sensualizando pra cima do garoto
O que me afeiçoou ao filme de maneira tão forte foi a maneira mais que realista com que as relações e o comportamento dos funcionários da empresa foi abordada. A maneira insegura com que Jan se comunica com seus superiores, sempre tentando adivinhar o que eles querem ouvir, mas quase sempre dizendo a coisa errada, os silêncios eternos e constrangedores quando questionado sobre algo que ele não tem uma resposta pronta, a falta de iniciativa ou reação quando próximo da nova contratada por quem ele se apaixona (se é que dá pra chamar aquilo de paixão)…é tudo muito crível. Um retrato perfeito de um micro universo corporativo e a construção sem estereótipos de um tipo muito comum nesse tipo de ambiente.
Trabalhar no Helpdesk, com laptop e uma mochila de metal desse tamanho é muita falta de glória!
A narrativa é linear, convencional, impessoal e fria, quase servindo ao estereótipo alemão frente aos olhos do resto do mundo, mas no fim das contas funciona bem com a proposta do roteiro. A única grande ressalva que tenho é quanto ao corte do filme, o que faz o espectador sofrer um pouco. O excesso de cenas dispensáveis, que não estão ali pra agregar ao enredo ou ao contexto, tampouco para permitir uma pausa reflexiva, mas simplesmente para encher lingüiça acabam por deixar o filme mais cansativo do que deveria.
Ah é, e por que mesmo essa crítica foi tão imparcial?
Digamos que eu já tive a minha quota de experiência nesse tipo de ambiente.
Mesmo assim, vale o ingresso!
By Gordo

Links e Referências:
Site da Distribuidora: http://www.medialuna.biz/films/descr_the-education.html
Entrada do IMDB para o filme: http://www.imdb.com/title/tt1832937/
Página do filme no site oficial do Olhar de Cinema: http://olhardecinema.com.br/en/filme/the-education/