Sword Art Online – ou, como copiar um anime de 2002

Lembra quando falei de animes baseados em Light Novels? Pois ora pois veja que Sword Art Online ((ソードアート・オンライン – Sōdo Āto Onrain) é um anime baseado em uma light novel. A idéia da história é um MMO muito do maneiro onde você entra e controla teu avatar com a mente e se passa em 2022. Controlar com a mente o computador? SIGN ME UP!

Que dazora esse logo CLEAN

Ainda bem que tem espadas NÉ?

Tudo muito legal a galera loga, joga, se diverte e aí o criador da bagaça faz a trollface MASTER e diz pra galera que ninguém mais pode deslogar do jogo e que se quiserem sair tem que detonar uma dungeon com um boss mega-foda no andar 100 (que criatiiiiiiiiiiiiiiiiivo, #NOT)

TROLOLOLOLOLOL

Pra completar, se você achava que o modo hardcore do Diablo 3 era foda porque se você morresse teu personagem zé fini, meu amigo, aqui se você morre você morre IRL (in real life seu verme escroto) no maior estilo “o corpo não pode viver sem a mente” (Morpheus). I KNOW, RIGHT?

Humm… MMO com a mente, galera morrendo, não podendo deslogar… EPA, já vi essa porra antes!” – EXATO! Pra quem não lembra em 2002 a Bandai lançou o Projeto .hack que tinha jogos, animes, mangás vibradores e a história era um MMO que uma galera entrava em coma (de vez em quando) ao jogar e tinha realidade virtual.

Tsukasa is not amused.

Curiosamente a série .hack se passava entre os anos 2005-2015 e esse novo anime se passa em 2022. Cada vez data mais próximas que quebram tudo essas previsões toscas que eles fazem do mundo. Esses caras não aprendem com Rockman X (Megaman teu cu!) que usava ano 20XX ou 21XX pra evitar uma data de verdade.

Agora o que me revolta mais do que a onda de remakes que assola o mundo do entretenimento é essa pataquada de reutilizar as mesmas idéias de 10 anos atrás. Ah vai tomar no cu Japão seu Ctrl+C/Ctrl+V* da porra!

Adoro essa foto

Mas como eu sou um verme otaku obviamente assistirei. Prometo dar uma análise rápida – UM DIA.

Fonte: [Kotaku; ANN]

*: Cmd+C/Cmd+V se você usa Mac e FODA-SE se você usa Linux.