GTA V vem aí (mas você já sabia!)

Esse negócio de dar notícia fresca não é com a gente. Na hora que a coisa tá saindo todos os outros sites publicam seus artigos e você fica cheio de coisas pra ler. A equipe do Cocô na Cuia como sempre preza pelo seu bem-estar e aguarda a poeira abaixar porque assim o assunto é de qualidade (e não porque a gente é vadio ou porque a gente tenta atrair gente pro site).

A não ser que você viva debaixo de um tronco de árvore pelos últimos 3 meses você já sabe que sairá um novo Grand Theft Auto, se é que alguém ainda o chama assim, sendo chamado de GTA V (Five) – Cinco para você que é burro e não entende inglês nem algarismos romanos.

A Rockstar (R*) promete bastante coisa nova pra prender a galera mais no jogo e trazer novas emoções pra prender o jogador na narrativa e agir pensando na história. Eu só ajo em qualquer cidade de GTA pelo prazer da destruição – o resto é resto.

Vamos pra um resumão do que esperar pelo que vem falando.

1) Voltamos a Los Santos mas o mapa é o maior mundo já criado pela R*

PEW PEW PEW!

Segundo os manolos da R* apesar do jogo se passar na famigerada Los Santos de GTA: San Andreas a cidade será muito maior do que foi antigamente considerando que lá havia na real três cidades e você jogava num condado (precioussssssssss).

Pra mim não fede nem cheira poderia ter o tamanho das três ilhas de GTA: Vice City que eu iria me divertir tanto quanto se a história e missões fossem boas como foram nos outros jogos da série que não o GTA:SA.

2) Três personagens: Franklin, Trevor e Michael

“Os criminoso POW POW”

Teremos agora três personagens cada um com uma história e motivações para entrar na v1d4 lok4 da bandidagem profissional. O jogador poderá alternar entre os três e terá missões com cada um e de quando em quando eles se cruzam na história.

Cara na boa- um é ex-piloto de avião, o outro ex-assaltante de banco e o outro só trabalha numa loja de carros fodões. Grandes merda o histórico dos caras porque pra variar botaram o coitado do cara que tem cara de bunda carregando uma máscara de gás ao invés de uma arma, ou seja, vai morrer fiodasputa!

3) Animais e bicicletas

Dança com Lobos… BRINKS

Legar ter animais no jogo se eles forem úteis e não apenas alvos para tiro – RDR tinha ótimas aves para mater – mas a bicicleta vai pra puta que o pariu. Era o que mais tinha raiva no GTA: San Andreas. Você ficava feito um babaca andando com aquela merda com teu caboclo altamente bombado – e aí uns idiotas gravavam.

4) Vários finais

Essa é pra convencer nosso amigo Gordo a jogar já que ele é putinha por jogos com vários finais tipo Chrono Trigger (um abraço pros caras do Gamebang que não sabem falar inglês!). Dependendo das suas decisões ao invés de você matar um gangster MODÁFUCKA você agora muda todo o final do jogo.

Eu sinceramente não vejo tanta graça assim em finais variados mas a vantagem é o velho e bom replay value antes de você vender aquele disco empoeirado.

5) Falando em Red Dead Redemption- Missões aleatórias

Tinha coisa mais emocionante que sofrer uma emboscas em Red Dead? Bom, matar os caras da emboscada. Imagine o que pode acontecer numa cidade? Um maluco chegando querendo te dar o golpe do bilhete premiado uhahuahuahuau

“Vale R$20 Milhões mas te vendo por R$20.000 porque não tenho conta na Caixa”