Saints Row IV – Review

O jogo que fez GTA V parecer massante.

PrimeiraFiguraDosPostsdeREVIEWSdeGAMES-Template

Tiros, explosões, alienígenas, super poderes, realidades virtuais, sondas anais, nonsense e um Presidente dos EUA gangster. Isso basicamente resume o jogo.

saints-row-iv-banned

Não me levem a mal, eu nunca fui lá muito fã da franquia Saints Row (para ser bem sincero, eu a ODIAVA),  sempre achei a série uma versão ‘baixa renda’ de GTA. Mas desde o seu terceiro episódio, a série descambou descaradamente para a galhofa, e o melhor: se orgulha disso. Isso fez com que SR saísse da sombra de GTA e se tornasse algo com vida própria, extremamente engraçado e divertido.

saints-row-4-gets-impressive-new-screenshots-8

Saints-Row-4-drama

O jogo já começa bem: a gangue conhecida como ‘The Saints’ agora viraram uma força anti-terrorista (oi?) que precisam impedir que uns árabes aleatórios disparem uma ogiva nuclear contra Washington (oi?).  No final desta introdução, você desarma a ogiva em pleno vôo ao som de ‘I Don’t Wanna Miss a Thing’, música do Aerosmith, tema do filme Armageddon. Após esse feito heróico, você é eleito presidente dos EUA (oi?). Durante o seu mandato como o novo Obamis, a Terra é invadida por alienígenas e parte da população da Terra é sequestrada (você inclusive) e jogada numa simulação de realidade virtual / prisão, no melhor estilo Matrix.

saints-row-41-1600x900

SRIV_02_Jump_sc

Essa introdução dá o tom do game daqui pra frente: uma galhofa sem fim e sátira à diversos filmes e games de diversos gêneros. Tem tudo aí: sátira à Independence Day, Trilogia Matrix, Transformers e  filmes de ação em geral… e nem os games consagrados foram poupados: o próprio GTA, Prototype e Infamous, Mass Effect, Metal Gear Solid (tem uma missão que você se disfarça de caixa), e até jogos mais antigos, como Streets of Rage e adventures de texto.

Saints-Rov-IV-2

Saints-Row-IV-4

O humor é uma constante no game, e começa desde a criação do personagem (sim, diferente de GTA, aqui você pode criar o seu próprio avatar): Para ambos os sexos, existe um atributo chamado ‘sex appeal’, que para as mulheres aumenta o tamanho dos peitos, e para os homens, o tamanho do saco (???).

maxresdefault

Mas nem só de humor vive um bom game, senão Duke Nukem Forever e Deadpool seriam obras-primas. SRIV é também um jogo divertidíssimo, com controles fáceis e jogabilidade BEEEEEEM variada. Lembra que falei de fases stealth como Metal Gear Solid, beat’em up em 2D no melhor estilo Streets of Rage, corridas ensandecidas utilizando super poderes…

… isso mesmo! Você tem superpoderes. Super pulos, velocidade, vôo, soltar hadoukens pelas mãos… tá tudo lá. Faz com que os carros e a parte ‘GTA’ do jogo seja praticamente dispensável (exceto por algumas missões da história), e que o jogo assemelhe-se muito mais à games como Prototype e Infamous do que com o próprio GTA.

SaintsrowIV

A trilha sonora também dá um show e conta com diversas rádios (que você não precisa estar dentro de um carro para ouvir) que tocam desde a já supracitada música do Aerosmith, clássicos oitentistas, rock, hip-hop, e até músicas latinas.

Saints-Row-IV

A grande crítica foi pela parte gráfica. A engine do jogo é a mesmíssima do terceiro game, então fica aquele feeling de reciclagem. Quando o game foi anunciado, muitos até temiam que não seria nada mais que um DLC gigante para o ‘The Third’. Felizmente, foi um ledo engano.

PaulAttacks

Ao acabar o jogo, fica um sentimento de vazio e aquele gostinho de quero mais. Desde Brütal Legend de Tim Schaffer (2008?) que eu não jogava um jogo tão deliciosamente original e divertido. E o grande trunfo dele, assim como de BL é ser assumidamente um jogo de humor, e não se prender à nenhum gênero nem rótulo já consagrado.

Se você procura um jogo que não possui nenhuma profundidade de história, mas que é pura diversão e boas risadas, não deixe de conferir Saint’s Row IV. Desligue seu cérebro e prepare-se para enfrentar cafetões, alienígenas, monstros, zumbis e até uma lata de energético gigante!

Notas-5