Sabedoria do Mestre: Liefeld abre o jogo sobre filme do Deadpool.

deadpool_movie_poster_fan_art_by_thedanielwolf-d78mbu1

De acordo com o grande mestre de arte moderna e ídolo absoluto do CNC, Rob Liefeld, logo depois do filmaço “Wolverine Origens”, ele foi chamado pelos diretores, que pediram desculpas por terem maculado um personagem tão icônico e profundo, e imploraram para que o mestre botasse ordem na porra toda e desse idéias de como resgatar o Mercenário Tagarela, o Cômico Carmim, o Piscina Morta nos cinemas.

Pois bem, primeiro perguntaram pro mestre se deveriam incluir o Cable no filme. Rob negou dizendo que “Deadpool merece seu filme solo assim como o Cable”, afinal são dois personagens excepcionais e cada um merece se filme solo (#sqn).

rob-liefeld-image-doc

Liefeld elogiou o roteiro (dos mesmos escritores de Zombieland), e também o ator escolhido para o papel, Ryan Reynolds (I know, right?). E ainda elogiou a CARREIRA de Reynolds.

O que eu acho? Porra, Deadpool ainda segura um filme sozinho porque é engraçado, divertido e massavéio. Mas sério, alguém pagaria pra ver um filme solo do CABLE? Se não usaram ele no último filme dos Xis-Mein como viajante do tempo, acho que perderam a oportunidade de vez.

Você pagaria pra ver ISSO? Tá, eu confesso, eu pagaria... =(
Você pagaria pra ver ISSO? Tá, eu confesso, eu pagaria… =(

Já sobre os elogios à Ryan Reynolds, não tiro toda a razão do Mestre. Nos primeiros minutos do sofrível filme solo do Wolverine ele realmente foi um bom Deadpool (ainda como Wade Wilson). Isso até o filme cagar de vez na cabeça dele.