Diretor favorito do Gordo abandona o goró…

Lars-von-Trier--007

Pra quem não sabe, o diretor doidão Lars Von Trier, alcoólatra e dorgadito assumido (ah vá, você acha mesmo que ele conseguiria escrever aqueles filmes dele sóbrio?) passou por uma rehab, e deu uma declaração à um jornal dinamarquês, dizendo que não sabe se continuará fazendo filmes. O diretor de Ninfomaníaca assume na entrevista que passou por um tratamento para dependência de drogas e álcool e, para ele, “nenhuma expressão criativa com valor artístico foi criada antes por ex-bêbados e ex-drogados”.

“Não sei se posso continuar fazendo filmes, e isso me preocupa. Quem se importaria em ouvir Rolling Stones sóbrios ou Jimi Hendrix sem heroína?”, diz. Von Trier diz que só seria capaz de produzir “filmes ruins” depois da reabilitação, que bebia uma garrafa de vodca por dia para entrar num “mundo paralelo” de criação e conta que quase todos os seus filmes foram escritos nessas condições.

Na verdade acho que isso tudo é desculpinha esfarrapada pra justificar que seus últimos trabalhos já não andam mais lá essas coisas… Safado!

#eogordochora