Morre aos 92 anos Ralph Baer

Neste domingo (07/12) o mundo dos games perdeu um dos seus grandes ícones, Ralph Baer, conhecido como “Pai do Videogame”.

ralph_chamada

Baer foi responsável pela criação do conceito de videogame que é usado até hoje: um computador dentro de uma caixa conectado a uma TV. O cientista começou a trabalhar em um protótipo do Megavox Odyssey em 1962 e só acabou quatro anos depois. O protótipo era capaz de mudar as cores da tela e simular cenários como gelo e fogo, mas, na versão final do console essa função foi retirada.

O console de Baer foi lançado oficialmente em 1972 com o jogo de tênis “Pong” (quem nunca?). Três anos depois, um game com o mesmo nome e mesma jogabilidade foi lançado pela Atari, e foi responsável por popularizar a marca mundialmente. Devido a semelhança entre os jogos, a Magnavox processou a Atari por violação de patente. E você aí achando que a rivalidade surgiu entre Pleisteixo e Xisboques né, seu moleque?

Muito antes do Pleisteixo!
Muito antes do Pleisteixo!

Além de criar a primeira máquina de jogos, o engenheiro (há, só podia!) Ralph Baer também inventou o jogo de memória interativo Simon (aqui conhecido como Genius) e uma arma utilizada para ser usada em consoles, sendo o primeiro periférico para videogames. Sem ele você nunca teria jogado Duck Hunt.

Aqui o nome era Genius! Eu tive uma porra dessas!
Aqui o nome era Genius! Eu tive uma porra dessas!

Em 2006, o cientista foi premiado pelo presidente norte-americano Geoge W. Bush com a Medalha Nacional de Tecnologia e indicado para o “National Inventors Hall of Fame”. Dois anos depois, foi considerado o “Pai do Videogame” e ganhou o prêmio “Game Developers Choice Pioneer Award”.

Fonte: Adrenaline