Das Antigas – Friday the 13th (NES)

Hoje não é sexta-feira, muito menos dia 13. Mas isso não importa, porque CNC nunca foi pontual mesmo! Essa matéria foi originalmente publicada na revista Jogo Véio Especial 7B, de Outubro de 2021. Mas devido às limitações de uma edição impressa, precisei resumir o conteúdo original. Confira em primeira mão agora o texto na íntegra!

Como toda criança dos anos 80, nasci e cresci vendo “slasher movies”, aqueles filmes de terror que eram febre na época: Jason, Freddy Krueger, Leatherface, Michael Meyers e tantos outros. Enquanto isso, minha outra paixão (vídeo-games, óbvio!) dava saltos significantes de tecnologia, saindo de blocos para gráficos pixelados cada vez mais detalhados que davam vida e cor aos personagens, e que permitiam adaptações cada vez mais fiéis de filmes para os games.

Neste contexto, eu era um feliz proprietário de um Phantom System (querido clone do Nintendinho 8 bits da Gradiente) e passava minhas tardes de sexta-feira na locadora do bairro escolhendo o cartucho que levaria comigo para passar o final de semana.

O jogo do mascarado Jason Voorhees para o Nintendinho foi um dos pioneiros do gênero que viria a se tornar o survival horror. Ele era frequentemente citado com um dos piores jogos de todos os tempos por revistas especializadas da época, mas discordo com veemência: na verdade ele estava muito à frente de seu tempo!

O game introduziu vários conceitos que são utilizados até hoje: mortes permanentes, perspectiva em terceira pessoa e até um mundo aberto e não linear. Claro que tudo com as devidas limitações da época.

Na pele dos seis monitores do acampamento Crystal Lake o objetivo do game é simples: sobreviver! Jason pode te emboscar a qualquer momento, seja dentro das cabanas, ou enquanto você anda inadvertidamente pelas fases. Mas ele não é o único perigo que espreita! Você deverá combater zumbis, monstros marinhos e até a cabeça voadora da mamãe Voorhees.

De quebra, você ainda deve proteger as crianças do acampamento de ataques surpresas de Jason, se não é game over na certa! Para isso é necessário correr contra o tempo e encontrá-lo antes que o contador chegue a zero. Uma boa dose de estratégia também ajuda, ao utilizar o mapa para posicionar os demais personagens.

Em um game totalmente não linear, você deve explorar o acampamento, lagos, florestas e até uma caverna atrás de upgrades e armas melhores para encarar o monstrão e acabar com a ameaça de uma vez por todas. Para fechar o jogo é necessário derrotar Jason três vezes.

O gameplay alterna entre dois estilos: plataforma tradicional enquanto você está em áreas externas, e uma visão em terceira pessoa dentro das cabanas para os embates contra Jason. As lutas inclusive lembram muito a jogabilidade de Punch-Out com movimentação lateral e esquivas.

Não ligue para críticas as e dê uma chance à esta jóia bruta do terror! Mas esteja preparado: o jogo é desafiador e vai deixar até o mais veterano dos gamers de cabelo em pé!

Tela de abertura
Mapa do acampamento Crystal Lake
Resolva puzzles para conseguir armas e segredos
Perspectiva inovadora para a época
Olé Samba!
Explore o acampamento em fases 2D.
Chegue até as crianças antes de Jason!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.